sexta-feira, 29 de agosto de 2014

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

5 things I like

Gosto de ouvir música e cantar enquanto conduzo
Gosto de nozes
Gosto de dormir
Gosto de pêssegos
Gosto de andar com as unhas dos pés pintadas

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Férias forçadas

Ainda há pouco voltei ao trabalho depois de duas semanas de férias e já estou em casa de novo. Desta vez, de forma forçada. Já estava à espera para ser operada há alguns anos e finalmente o dia chegou. Ontem fiz a tão esperada cirurgia oftalmológica a laser. A cirurgia foi super simples, durou uns 10 minutos e não senti nada. Basicamente foi ficar a olhar para uma luzinha vermelha que tanto estava estática como piscava e pronto. Depois enfiaram-me numa sala escura durante uns minutos. O médico veio, viu se estava tudo bem, receitou umas gotas, entregou-me um papel com algumas recomendações e marcou consulta de revisão daqui a três dias. O pior foi depois de começar a passar a anestesia. Começaram as picadelas, o nevoeiro intensificou e fiquei com uma estranha sensação no olho. Enfiei-me na cama e dormi. Hoje já acordei sem picadelas. Ainda vejo um pouco nublado, mas tapando o outro olho, já consigo ler as letras do rodapé das notícias, coisa que já não acontecia há 15 anos!!! A sensação estranha continua no olho, mas acho que é natural. Quinta-feira tenho a consulta de revisão e daqui a duas semanas sou operada ao outro olho. Finalmente vou deixar de ser vesga!

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Rótulo de coitadinha

Há 8 meses que a minha vida mudou de forma radical. Mudou não só a nível de rotinas, mas também a nível emocional. Tive de me tornar (ainda) mais responsável, fazer tarefas que até aí não fazia e reorganizar-me mentalmente para aguentar o dia a dia.
Não foi uma mudança fácil e ainda tenho de me adaptar a muita coisa todos os dias, mas o que mais me custa é ter um rótulo. Desde aquele dia que sou "a coitadinha cuja mãe desapareceu". Eu sei que muitas vezes as pessoas não fazem por mal, mas custa sentir os olhares e comentários entre dentes. Em Setembro do ano passado tinha começado a trabalhar de forma regular no local de trabalho onde me encontro agora e ainda passava um pouco despercebida no meio de tanta gente. Desde o dia em que a minha mãe desapareceu (coincidentemente era o dia do jantar de natal da empresa) que fiquei conhecida. Toda a gente sabe o meu nome, sabe aquele momento da minha história. Mas não conhecem a minha verdadeira história. Não conhecem o verdadeiro "eu" e limitam-se a conhecer-me por aquilo que ouviram dizer. 
Aqueles que me conhecem de novo e não sabem deste pormenor da minha vida, tratam-me de igual para igual. E gosto dessa sensação. Mas se surge o assunto, por vezes mudam a atitude. Acho que as pessoas têm medo de se aproximar de uma (suposta) troubled girl. E aquela boa sensação muda. Passo a sentir novamente os olhares de pena. 
Estou cansada de me sentir assim. Eu não sou apenas um momento da minha vida. São 29 anos e alguns meses de história. Este é só um momento menos bom, que me fez moldar a minha maneira de ser, mas que não me tirou a essência.

domingo, 3 de agosto de 2014

De volta!

Pois é, duas semanas passaram a voar! As férias chegam hoje ao fim, com muita pena minha. Mas posso, com toda a certeza dizer que tive umas semanas fantásticas, cheias de amor, boa comida, sol, praias maravilhosas, passeios e até um casamento pelo meio. Deixo-vos apenas algumas fotos do que foram estas férias (já com a vontade de voltar ao algarve e ficar lá até ao final do verão)...